Morreu o cavalo “Xique”, de Filipe Goncalves

Morreu o cavalo Xique, do cavaleiro Filipe Gonçalves.

Numa publicação nas suas redes sociais, o cavaleiro deu conta do sucedido.

“Infelizmente o cavalo Xique deixou-nos!
Numa lide de um toiro da ganadería Higinio Soveral o Xique foi colhido quando eu cravava um violino.
Os meses que se seguiram foram de luta, mas infelizmente não sobreviveu.

O Xique foi um cavalo muito importante na minha carreira e um grande companheiro de arena enquanto enfrentava o perigo, partilhou comigo quase todos os triunfos em que os toiros já pouco tinham a fazer, deu espectáculo em todas as arenas. Arrastou familias, miúdos e graúdos que tanto o admiravam, a ver-nos!

Fez o que nunca nenhum cavalo até então tinha feito, bateu palmas, frente a qualquer toiro.
Nós dois eramos um só frente a qualquer toiro.
Foi sempre um vencedor levando sempre o triunfo e as palmas maiores no final de cada lide.
Alegrava uma praça com a sua interactividade e energia contagiante, a alegria frente ao perigo, pois brincava com o adversário, era um “brinca na areia”.

Comprei o com 3 anos ao maestro Paulo Caetano e comigo aprendeu tudo, e claro e eu muito com ele. O Xique ficará na história da tauromaquia como o primeiro cavalo no mundo a bater palmas.

Até sempre companheiro 🌟”