Olivença encerrou Porta Grande para Lopez Simón

Última corrida da feira de Olivença 2016. Maestro Enrique Ponce teve pela frente um toiro de escassas opções, com a agravante do vento também prejudicar ainda mais uma lide que se adivinhou desde início impossível; ficou o aroma de como recebeu por verónicas este primeiro da tarde, assobios para o toiro no arraste. Silêncio para Ponce.

José Mari Manzanares tocou-lhe em sorte também um Zalduendo de péssimas qualidades principalmente pelo piton esquerdo; abreviou Manzanares que foi silenciado e assobios para o toiro.

Albert Lopez Simon apresentava-se "montera en mano" na praça de toiros de Olivença depois de no dia anterior ter "ganho" o mano-a mano na Feira da Magdalena de Castellon com Roca Rey. Lidou um toiro com mais opções que os dois anteriores; e sacou-lhe a faena possível; arrimou-se, e andou esforçado; cortou a primeira orelha da tarde; com assobios para o toiro no arraste.

Maestro Enrique Ponce brindou ao público a faena do seu segundo, um toiro nobre; e uma faena mandona onde foi possível ver o toureio de Ponce; estocada descaída e o falhanço com o descabello impediram Ponce de "tocar pêlo". José Mari Manzanares tocou-lhe em sorte mais um mau toiro de Zalduendo numa tarde bem desluzida desta ganadaria. Aplausos de respeito para Manzanares assobios ao toiro.

"Valorado" foi o último toiro da Feira de Olivença 2016 e foi lidado por Alberto Lopez Simon; apesar do seu "valor" ser muito idêntico aos restantes toiros da tarde, Lopez Simon persistiu numa faena larga de onde conseguiu sacar momentos de toureio baseados na sua arte e valentia que agradaram ao público que nesta última de Olivença rondava os três quartos e lhe pediu a orelha que lhe permitiu abrir a porta grande na tarde do seu debate nesta importante praça de touros Extremenha de Olivença.

 

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*