Olivença: Morante e Ferrera triunfaram numa noite de calor

Olivença

Sob o lema de: “Acreditavas que Olivença ficava sem toiros este ano?” A Fusion Internacional de Tauromaquia anunciou uma corrida extraordinária com um rematado cartel:  António Ferrera, Morante de la Puebla e Gines Marin, para lidarem um curro de toiros de Joaquim Nunez (Nunez del Cuvillo).

António Ferrera recebeu o primeiro da tarde por templadas verónicas de tábuas aos médios, uma faena brindada ao respeitável também toda ela desenrolada nos médios, cortou a primeira orelha da tarde.Inusitado tércio de bandarilhas neste primeiro toiro, com inclusivamente o lidador a cravar um par , três pares, três bandarilheiros diferentes, os três foram chamados a saudar.

Morante de la Puebla não teve sorte com o primeiro do seu lote, um touro escasso de forças que Morante lidou com maestria e com alguma perseverança, mas a pouca transmissão do astado pouco ajudou a brilho do Toureiro que escutou palmas.

Gines Marin cortou um troféu ao primeiro do seu lote, justo de forças mas a vontade do Toureiro em sacar tudo o que havia para sacar deixou um aroma bom daquilo que este jovem de Olivença leva dentro.

António Ferrera desorelhou o segundo do seu lote, um toiro escasso de forças inclusivamente protestado de início, veio a mais e com o apoio dos seus paisanos, em terrenos de sol desenrolou uma faena tremendista que agradou ao respeitável que lhe tributou fortes ovações.

Morante mostrou no quinto que não é supersticioso, montera “boca arriba” depois de brindar ao respeitável, uma faena de poder toda tecida nos médios com sortes carregadas por ambos os pitons com pinceladas de arte pelo meio como é apanágio do Toureiro “cigarrerro” duas merecidas e justificadas orelhas.

Fechou a noite Gines Marin , sem toiro , teve que ser mais uma vez o jovem Toureiro a colocar tudo, no capote fica um bom quite por ajustadas chicuelinas, na muleta tenta por ambos os pitons terminando em terrenos bem curtos e desplante foi ovacionado.

Tarde de muito calor com três quartos das bancadas preenchidas dentro da lotação permitida.

Toiros de Nunez del Cuvillo com uma média de quinhentos kilos, justos de raça e de força.
Antônio Ferrera uma orelha e duas orelhas

.Morante de lá Puebla ovação e duas orelhas.

Gines Marin uma orelha e ovação.

Para ver