“Pelos vistos aos olhos dos empresários não somos cultura”, refere Recortador que pede igualdade

Foto: Arquivo

À semelhança do que tem acontecido com outros sectores da Tauromaquia, também agora os recortadores reclamam a retoma da sua actividade, no entanto estes não reivindicam junto do Governo, mas sim junto dos empresários taurinos.

Foi através das redes sociais, que um desses recortadores, Ruben Silva, afirma que “pelos vistos aos olhos dos empresários não somos cultura, é pena ouvir-se dizer isso da boca de quem encheu a praça o ano passado e os bolsos.”

O artista refere ainda que “relembre-se que não rebaixamos qualquer outra cultura tauromáquica e sim apoiamos todos os envolvidos no mundo dos Toiros.”

Conclui a sua mensagem afirmando que “juntos somos mais fortes”.

Apesar da actividade ter sido retomada com a normalidade possivel, até ao momento não está anunciado nenhum espetáculo de recortadores.