Portugal esteve representado na homenagem à Geração dos 27, realizada em Sevilha, no Ateneu.

O artista plástico, Pedro Cabrita, o Presidente do CCB, Elísio Summavielle e o presidente da Protoiro, Hélder Milheiro, marcaram presença neste importante evento ibérico, no qual, e entre outros, marcou presença o matador Miguel Angel Perera.

O objetivo de Miguel Ángel Perera e do Presidente Sánchez Mejías foi repetir uma reunião de intelectuais e referências sociais semelhantes “mas com os sinais do século” e reeditar e atualizar a fotografia histórica da Geração de 27, no Ateneo de Sevilha. “Se a imagem foi deixada para a posteridade como o nascimento de um grupo tão grande de génios, agora temos a intenção de dar origem a outras importantes personalidades do nosso tempo, juntando-se, alegando a validade dos valores que acenou e nos deu” explicou Miguel Ángel Perera na apresentação desta iniciativa realizada ontem na Fundação Cristina Heeren em Sevilha. Extremadura considerado “um dever” prestar homenagem à Geração de 27 agora cumpridas noventa anos de sua criação, e “como artista e como homem de cultura comprometida com meu tempo e minha sociedade, eu realmente preciso para assumir Ignacio Sanchez Mejias e ser como ele era, o elo para reunir uma série de outras referências sociais do momento “. E haverá diferentes áreas de atividade: da literatura do curso e poesia, mas também música, cinema, teatro, filosofia e até mesmo desporto. “Nós queríamos que fosse assim para que a fotografia que adotou o ato em 13 de dezembro no Ateneo de Sevilha um reflexo mais fiel possível de quão diverso é o momento em que vivemos”, disse Perera antes do evento.

Para ver

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*