Redondo: Corrida das Ruas Floridas marcada pela lotação esgotada e pela mudança de cabo

Marcos Bastinhas abriu a noite lidando um toiro algo reservado da ganadaria de São Martinho, o que tirou um pouco de brilho à sua lide, onde os momentos mais brilhantes foram vistos na forma como preparou as sortes, com primorosa e emocionante brega; deixou ferros de boa nota e mostrou empenho e vontade em triunfar, em noite de competição entre jovens valores. Domingos Jeremias em noite de despedida de cabo dos amadores do Redondo que fardaram antigos atuais e que atuavam em solitário, pegou o primeiro da noite à primeira tentativa numa pega brindada à sua rapaziada e à antiga glória da forcadagem Miguel Capinha Alves. Os dois artistas foram premiados com volta.

Seguiu-se o momento de passagem de testemunho para o novo cabo da formação da terra, Hugo Figueira forcado com provas dadas é a partir de agora o novo cabo deste grupo Alentejano que completa este ano quinze anos de vida.

João Telles Jr teve uma grande atuação no seu primeiro; uma lide onde esteve por cima do seu oponente; ferros de grande nota numa lide em crescendo rematada com dois ferros a pedido do público sendo o último um violino que agradou bastante às bancadas que em noite de festa se encontravam totalmente esgotadas. Sérgio Mataloto executou à primeira tentativa a segunda pega da noite dando volta acompanhado do cavaleiro.

Miguel Moura apresentou-se no Redondo depois de na noite anterior ter obtido grande triunfo na praça de touros do Campo Pequeno. Infelizmente o mesmo não aconteceu na lide do seu primeiro; um toiro andarilho que não permitiu ao jovem toureiro de Monforte bordar o seu toureio tendo tido uma lide irregular e sem brilho; foi-lhe concedida volta que optou e bem por não dar. Mário Pinto esse pequeno grande forcado já retirado pegou o terceiro da noite numa grande pega ao primeiro intento.

O manso encastado lidado por Marcos Bastinhas permitiu-lhe uma atuação com momentos positivos que terminou com dois pares de bandarilhas depois de ter porfiado bastante para cravar dois ferros de palmo que acabaram por não resultar. Volta para Marcos acompanhado do forcado Rui Grilo que executou a pega da noite.

João Telles Jr lidou em quinto lugar o toiro mais pesado da corrida com quinhentos e oitenta quilos; uma lide positiva a um toiro que pedia contas; terminando mais uma vez em bom plano com o tradicional violino com que rubrica habitualmente as suas lides e que colhe sempre fortes aplausos. Luís Moura pegou apenas a terceira tentativa executando rija pega da qual saiu bastante combalido. Os dois artistas deram volta durante a qual o forcado se ressentiu das três duras tentativas e teve que ser socorrido pela equipa médica.

Miguel Moura lidou o último da noite que tinha apenas menos dez quilos que o anterior; um toiro sério que pedia contas; Miguel não se privou a esforços e desenvolveu uma lide cheia de valor e valentia. Hugo Figueira fechou a noite e executou a sua primeira pega na condição de cabo; uma rija pega à primeira tentativa. Volta para os dois artistas.

Os toiros da ganadaria São Martinho estavam bem apresentados no entanto a bravura não foi certamente a sonhada pelo seu aficionado proprietário Frei Elias Salgueiro.

Para ver

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*