Sector Tauromáquico vai protestar frente ao Presidente da Republica e ao Rei de Espanha, em Elvas

Conforme é do conhecimento público, as fronteiras entre Portugal e Espanha vão reabrir esta quarta-feira (1 de Julho), com uma cerimónia que contará com a presença das mais altas figuras dos estados.

A cerimónia ocorrerá em Badajoz e em Elvas, em que estarão presentes o Presidente da Republica, Marcelo Rebelo de Sousa, o Rei de Espanha, Filipe VI, o Primeiro Ministro de Portugal, António Costa e o Primeiro Ministro de Espanha, Pedro Sánchez.

Neste sentido, o sector Tauromáquico incluindo profissionais e aficionados, estarão amanhã em Elvas, às 10h15, numa ação de protesto junto do castelo de Elvas, onde se dará o encontro entre a comitiva Espanhola e Portuguesa, marcando a reabertura da fronteira com Espanha.

O protesto tem como objectivo manifestar-se contra a discriminação de que o setor da tauromaquia está a ser alvo, com as normas da DGS para os espectáculos tauromáquicos a preverem uma lotação de cerca de 1/3, sendo menor do que os restantes espectáculos culturais que podem ter uma ocupação de 50% dos lugares dos recintos.