Domingo, Outubro 2, 2022
Publicidade
InícioCrónicasSousel: Marcelo Mendes teve um momento “Único”….

Sousel: Marcelo Mendes teve um momento “Único”….

Em dia de romaria os aficionados do norte alentejano e não só; rumam à serra de São Miguel para comer o tradicional assado de borrego e pela tarde assistir na velhinha e castiça praça de Sousel à tradicional corrida de touros.

Abriu a tarde Ana Baptista aproveitando um bom toiro da Herdade Camarate a segunda ganadaria mais antiga do país datada de Setembro de 1859; uma lide à antiga sempre com a mesma montada; lide pautada por ferros de boa nota e rematada com um em sorte de violino a pedido do público que estava em tarde de grande festa e animação.

Depois de brindar ao público João Pita dos amadores de Alter pegou o primeiro da tarde ao primeiro intento.

Marcelo Mendes lidou o segundo da tarde que se mostrou voluntarioso; bem na brega e com ferros de boa nota com destaque para o primeiro curto; uma lide esforçada que chegou pouco às bancadas.

João Diogo Pereira pelos de Monforte executou a segunda pega da tarde à primeira tentativa.

O praticante Rui Miguel Guerra aproveitou bem o primeiro que lhe calhou em sorte; sempre metido na cara do oponente com brega a duas pistas; deixou ferros de boa nota com o público a pedir mais. 

Filipe Lucas dos de Alter pegou à segunda tentativa o terceiro da tarde.

Pedia contas o segundo de Ana Baptista; depois de algumas atribulações nos compridos e algumas passagens em falso nos curtos; deixou a cravagem da ordem numa lide que terminou melhor do que começou.

João Maria Falcão apenas consegui resolver à quarta tentativa e a sesgo à quarta pega da tarde pelo grupo de Monforte.

Marcelo Mendes teve a lide da tarde com o seu cavalo "Único" ; é realmente impressionante a plástica deste cavalo toureiro na forma como cita, brega, se entrega na hora de cravar e reunir; e termina rematando como de uma muleta se tratasse; grandes ferros numa lide rematada com um par de bandarilhas e um de palmo com o público aplaudindo de pé.

Nuno Lopes pegou pelos de Alter o quinto da tarde à segunda tentativa.

Rui Guerra terminou em bom plano com uma lide alguns pontos acima da sua primeira; mostrou que está preparado e confiante para uma temporada rumo à alternativa.

António Ferreira executou à primeira tentativa na que foi a pega da tarde pelos forcados amadores de Monforte.

Bom jogo dos novilhos/toiros da Herdade de Camarate com volta para o granadeiro no quinto da tarde.

Foi guardado após as cortesias um minuto de silêncio em memória do forcado Filipe Garcia recentemente falecido. Três quartos de casa numa corrida agradável mas que demorou três horas.

Publicidade
Publicidade

Últimas