Telles Jr acusa em comunicado Campo Pequeno de fazer contratações “incompreensíveis”, mas não fala à imprensa

Rui Bento Vasques, Diretor de Tauromaquia do Campo Pequeno, revelou em conferência de imprensa realizada no Campo Pequeno, a 7 de Setembro, que a ausência de João Telles Jr da temporada dos 125 anos do tauródromo lisboeta se devia à vontade do cavaleiro.

Revelou que houve um “principio de acordo” entre si e o apoderado do cavaleiro, Nené, mas que este mesmo principio de acordo foi defeito pelo cavaleiro. Falou ainda de factores económicos. Nesta mesma conferência de imprensa disse ainda que todos os toureiros que quiseram estar nesta temporada, estiveram. Voltando, indirectamente, a dizer que João Telles Jr não esteve por sua única vontade.

O cavaleiro da Torrinha reagiu num comunicado colocado no seu Facebook oficial e no seu site. Contou o seu ponto de vista. Nesse comunicado refere “fui acusado de pouca correção, pouca seriedade, falta de respeito pelo público e pela Sociedade de Renovação Urbana do Campo Pequeno, SA. São acusações muito graves e despropositadas que não pretendo deixar passar em claro.” Adiante acrescentou ainda que “Por outro lado, será que um suposto “principio de acordo”, como o próprio Senhor Rui Bento o denomina, justifica as acusações que me fez? A informação de que disponho e que tenho como verdadeira, é que o Senhor Rui Bento foi devida e expressamente informado de que, para as corridas em causa, eu não aceitaria ser contratado pelos valores que havia pedido no início da temporada. Felizmente que tenho a liberdade de, em face de várias circunstâncias e da ponderação de fatores de diversa ordem que o Senhor Rui Bento tão bem conhece, apresentar, em cada momento, as propostas que entendo, tendo em conta o que julgo ser o melhor para minha carreira, ainda que isso implique não tourear no Campo Pequeno”.

Neste mesmo comunicado revelou que “sem deixar de ter uma opinião que guardo para mim, não devo questionar os critérios de contratação dessa empresa ainda que, na minha opinião meramente pessoal, possam ser, nalguns casos, incompreensíveis”.

Perante isto, o Toureio.pt enviou algumas questões, sobre o que esse comunicado transmitia, ao cavaleiro.

Questionámos por exemplo “Tanto nas declarações de Rui Bento como no seu comunicado, ambos falam em princípio de acordo, para esclarecer os aficionados, houve ou não contrato firmado?”, “Do que depende a contratação do João Telles Jr? Do valor, de companheiros de cartel ou da ganadaria a lidar?”, “Quem perde mais com este braço de ferro: o João ao não tourear na principal praça do país ou o Campo Pequeno ao não ter um dos cavaleiros em melhor forma cá em Portugal?” ou ainda “Mas o João pediu pela sua contratação mais que em 2016 ou pediu o mesmo valor?”

O Cavaleiro, através do seu responsável de comunicação, escusou-se a responder às questões do Toureio.pt. Revelou, por escrito, “que de momento, o que consta no comunicado em causa é tudo o que o João Ribeiro Telles pretende dizer sobre este assunto”.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*