Quarta-feira, Outubro 5, 2022
Publicidade
InícioCrónicasTerrugem: Uma noite de pouca história...

Terrugem: Uma noite de pouca história…

A tradicional corrida de toiros por ocasião das festas em honra de Santo António da Terrugem (Elvas) iniciou após as cortesias com um minuto de silêncio em honra de dois grandes aficionados tristemente desaparecidos: José Caldeira e Jaime Magarreiro, este último um filho da terra bastante conhecido no mundo da equitação e da Tauromaquia.

Uma praça quase cheia para presenciar uma corrida onde é difícil definir um triunfador com clareza, lides acertadas, dos três artistas em praça, João Moura Caetano, Manuel Telles Bastos e Duarte Pinto, poderemos dizer que Moura Caetano cravou o ferro da corrida no seu segundo toiro, Duarte Pinto teve a lide mais completa no seu conjunto no que fechou a corrida, e Manuel Telles Bastos marcou pontos mais uma vez com o seu toureio clássico de que não larga mão. Também é bom mencionar que as lides pouco chegaram às bancadas, isto tudo por falta de matéria-prima, pois o curro de toiros da ganadaria de São Marcos, bem apresentado, careceu de bravura, cumprindo apenas com os mínimos exigidos, anedótico dizer que o momento de mais emoção, foi quando o quinto da noite ao sair à praça passa pela porta de segurança lateral e percorre toda a trincheira antes de sair à arena, o pânico instalou – se felizmente sem consequências.

No que diz respeito às pegas, estava em disputa um prémio para o melhor grupo em praça, que segundo a avaliação do júri, que era composto por membros da tertúlia tauromáquica Elvense foi o Grupo de forcados Académicos de Elvas, que executaram três pegas à primeira tentativa por intermédio de Roberto Ameixa, João Bandeiras e Tomás Dias.

O outro grupo em praça, forcados amadores de Évora foram caras José Maria Passanha à segunda, Duarte Abreu à quarta e Luís Carvalho à primeira.

De salientar o silêncio maestrante na altura da execução das pegas, assim como o excelente momento do Grupo de forcados Académicos de Elvas, que além deste prémio ganharam quinta-feira passada o prémio para a melhor pega na praça de toiros do Campo Pequeno, onde Gonçalo Machado executou uma enorme pega ao primeiro intento a um toiro da ganadaria Vinhas.

Publicidade
Publicidade

Últimas