Um curro para recordar! Falé Filipe no Alandroal

Grande curro de toiros da Ganadaria Falé Filipe no Alandroal; com quatro anos cumpridos, voluntariosos, nobres e francos de investidas assim foram os toiros desta ganadaria Alentejana sediada no Redondo. Um curro bravo e com emoção que quem presenciou vai certamente recordar por muito tempo; sendo que o Ganadeiro foi chamado á praça no quarto e no quinto toiro com máxima justiça.

Rui Salvador entrou no cartel em substituição do anunciado Luis Rouxinol;

Salvador aproveitou bem as investidas do primeiro toiro para uma lide bastante positiva com destaque para o quarto e quinto curto; abriu a contenda e deixou bom ambiente para no segundo que lhe calhou arriscar tudo e mostrar que garra e valor não lhe faltam para continuar nos lugares cimeiros que sempre tem ocupado; a vontade de agradar e a ânsia de triunfo foi enorme, o público reconheceu isso.

Sónia Matias continua um caso de popularidade único; teve no seu primeiro um dos melhores toiros da corrida (não houve maus)  que aproveitou de forma inteligente; irregular nos compridos, foi depois nos ferros curtos  que mais se evidenciou, principalmente na parte final com o famoso cavalo “Atrevido” com o qual colocou dois ferros em sorte de violino que apenas pecaram pela colocação. No seu segundo andou em tom mais elevado,  uma lide alegre, consegue terminar em plano de triunfo mais uma vez sacando o “Atrevido” um dos mais espectaculares cavalos de toureio da actualidade.

O praticante Rui Guerra apresentava-se em casa para a sua primeira corrida da temporada; não evidenciou nenhum aspecto negativo dessa condição, antes pelo contrário: Sem tirar valor aos seus colegas de cartel, podemos dizer que no conjunto das suas actuações Rui Guerra foi o grande triunfador da tarde; apresentou-se confiante e com argumentos mais que suficientes para agarrar outras oportunidades; o seu primeiro foi o toiro mais pesado da corrida; uma lide com valor que encantou as bancadas. No segundo que lidou as coisas ainda lhe correram melhor; uma lide larga com ferros de grande nota, todos cravados em “su sitio” a um voluntarioso e bravo toiro de Falé Filipe que apertava e bem o jovem cavaleiro; com valentia e arte ultrapassou e aproveitou da melhor maneira as investidas do toiro para mostrar todo o toureio que leva dentro; fortes aplausos e certamente uma alma renovada e cheia foram o prémio para este jovem cavaleiro que persegue o sonho de ser figura, pela nossa parte estamos em pleno acordo que assim seja.

O prémio “Sousa” para a melhor pega foi ganho por Fernando Grilo dos Amadores da Moita na primeira pega da tarde; Fábio Silva pegou também á primeira tentativa pelos da mesma formação.

Forcados de Monforte, depois do triunfo do dia anterior em Estremoz; pegaram hoje João Maria Falcão á segunda e Artur Roma á terceira.

Mais dificuldade tiveram os forcados da casa no primeiro toiro que lhe tocou; António Palma foi dobrado depois de uma tentativa por Filipe, que efectuou mais três tentativas sem sucesso, sendo depois o Cabo João Passos a resolver á primeira tentativa; o jovem Miguel Andrade executou uma grande pega á segunda tentativa.

Meia casa forte para presenciar um espectáculo dirigido com acerto pelo Sr. Agostinho Borges.

De salientar que na primeira parte da corrida tanto as três lides como as três pegas foram brindadas ao Presidente da Câmara local…Sorte, que a quantidade nunca é comparável á qualidade; Fábio Silva dos Amadores da Moita brindou a sua pega aos Bombeiros, certamente agradecendo o esforço e acarinhando-os pela complicada situação que atravessam; um brinde com todo o valor! 

 

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*