Vila Viçosa: Tarde cinzenta num dia em que até caíram algumas gotas de chuva

Vila Viçosa tradicional corrida de toiros por ocasião das festas dos Capuchos; um cartel de jovens para lidar um curro de toiros pertencente à ganadaria de Mestre David Ribeiro Telles.

Coube a João Telles Jr abrir a tarde perante um toiro que saiu com pata; depois de se ter dobrado com ele na forma como o recebeu; sentiu alguma dificuldade no início dos ferros curtos sofrendo dois embates nos dois primeiros que cravou; rematou depois uma lide que não passou da regularidade. Não escutou música nem lhe foi concedida volta.

Nelson Ramalho conceituado primeiro ajuda do grupo de Santarém, hoje a pegar na sua terra executou a primeira pega da tarde à segunda tentativa.

Miguel Moura lidou com grande nível o segundo da tarde; depois de o receber com emoção e lhe ter adornado as impetuosas investidas, cravou ferros curtos de grande nota com ligeira batida ao piton contrário; terminou com dois ferros de palmo rematados com o cavalo transformado numa verdadeira "muleta". Volta para Miguel Moura acompanhado de João da Câmara dos forcados de Montemor, que pegou sem problemas o segundo da tarde à primeira tentativa.

O terceiro da tarde foi lidado pelo cavaleiro praticante João Salgueiro da Costa; um toiro sem transmissão que resultou numa lide sem história.

António Goes dos forcados de Santarém pegou o terceiro da tarde à terceira tentativa; volta para cavaleiro e forcado.

João Telles Jr embalado do triunfo do dia anterior em a Espanha onde cortou quatro orelhas teve mais uma grande lide no seu segundo; uma atuação onde esteve por cima do toiro, com destaque para o terceiro curto com cite de praça à praça cravando de alto a baixo nos médios; termina em grande plano com o público a pedir mais; remata com um de palmo e dois violinos que mexeram com as bancadas.

Frederico Caldeira dos amadores de Montemor pegou sem problemas o quarto da tarde ao primeiro intento. Volta para cavaleiro e forcado.

Miguel Moura lidou um manso que não transmitiu absolutamente nada; uma lide irregular que coincidiu com o momento cinzento e chuvoso que se abateu no momento sobre Vila Viçosa.

David Inácio fechou a tarde para os amadores de Santarém com uma pega à segunda tentativa; volta para cavaleiro e forcado.

O último da tarde foi lidado por João Salgueiro da Costa; uma atuação bem mais positiva do que a sua primeira; ferros de boa nota e cuidada brega marcaram a última atuação da tarde.

Manuel Ramalho dos amadores de Montemor brindou ao público aquela que foi a pega da tarde e foi sem sombra de dúvidas o melhor momento de toda a corrida. Volta para cavaleiro e forcado.

Os toiros de Mestre David Ribeiro Telles saíram bem apresentados mas aos quais faltou a bravura e consequente emoção, para que os jovens cavaleiros pudessem ter triunfado. Três quartos de casa numa tarde de Outono com a chuva a aparecer ainda nos últimos dois toiros.

 

Para ver

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*